Regimes de Certificação Reconhecidos GFSI

WQS-QIMA está acreditada para conduzir auditorias para membros da cadeia de abastecimento alimentar que procurem a certificação ao abrigo de vários regimes internacionais reconhecidos GFSI, incluindo BRCGS, SQF, PrimusGFS, IFS e GlobalG.A.P.

Regimes de Certificação Reconhecidos GFSI

A Iniciativa de Segurança Alimentar Global (GFSI) foi criada em 2000, juntando partes interessadas da indústria alimentar global para colaborar na segurança alimentar avançada. Atualmente, vários programas de segurança alimentar, normas e iniciativas são reconhecidos pela GFSI como indo de encontro aos Requisitos de Análise Comparativa (Benchmarking). Embora a GFSI não seja em si um programa de certificação, e não faça quaisquer acreditações ou atividades de certificação, o reconhecimento da GFSI dá autoridade aos respetivos regimes, agindo como “passaporte de segurança alimentar” no mercado global.

A WQS-QIMA está acreditada para conduzir auditorias a membros da cadeia de abastecimento alimentar que procurem a certificação ao abrigo de vários regimes internacionais reconhecidos GFSI, incluindo BRCGS, SQF, PrimusGFS, IFS e GlobalG.A.P. A certificação ao abrigo de um programa reconhecido pela GFSI (Iniciativa de Segurança Alimentar Global) é vista como uma prova de aprovação e sinal de fortes normas de segurança alimentar.


SQF - Programa de Segurança da Qualidade Alimentar

Reconhecido pelos revendedores e fornecedores de serviços alimentares em todo o mundo que exijam um sistema de gestão de segurança alimentar credível e rigoroso, SQF é o único regime GFSI reconhecido para integrar um componente de qualidade, bem como segurança alimentar. O programa liga a certificação da produção primária ao fabrico alimentar, distribuição e certificação da gestão do agente. Usar o programa de certificação SQF ajuda a reduzir inconsistências de avaliação e o custo de várias normas de avaliação.

SQF abrange:

  • Código de Qualidade SQF (não é aprovado pela GFSI)
  • Pontos Fundamentais de Segurança Alimentar SQF (não é aprovado pela GFSI)
  • Código de Segurança Alimentar SQF para Retalho Alimentar
  • Código de Segurança Alimentar SQF para Fabrico
  • Código de Segurança Alimentar SQF para Produção Primária
  • Código de Segurança Alimentar SQF para Fabrico de Empacotamento Alimentar
  • Código de Segurança Alimentar SQF para Armazenamento e Distribuição

Normas Globais BRC

BRCGS é um regime criado para harmonizar as normas de segurança alimentar por toda a cadeia de abastecimento. Este regime concentra-se na criação da confiança através da cadeia de abastecimento.

O BRCGS inclui:

  • Norma Global BRC para a Alimentação
    • Desenvolvido por peritos na indústria alimentar
    • Usado no fabrico, processamento e empacotamento de ingredientes e alimentos
    • Fornece um enquadramento para gerir a segurança, integridade, legalidade e qualidade do produto
  • Norma Global BRC para Armazenamento e Distribuição
    • Elo de certificação essencial entre as normas de fabrico das Normas Globais BRC e o utilizador final, como o revendedor ou empresa de serviços alimentares.
  • Norma Global BRC para Empacotamento e Materiais de Empacotamento
    • Pode ser usada por qualquer fabricante que produza material de empacotamento para todos os tipos de produtos (incluindo não alimentar)
  • Norma Global BRC START!
    • Um programa alinhado com o programa de Mercados Globais GFSI criado para as indústrias alimentares que estão a dar o primeiro passo na implementação da Norma Alimentar BRCGS.

Norma Alimentar IFS

A Norma Alimentar IFS é uma norma reconhecida GFSI para auditar fabricantes alimentares. Concentra-se no processamento alimentar e produtos alimentares de empacotamento folgado, ou quando houver um risco de contaminação alimentar durante o empacotamento. Ao concentrar-se na responsabilidade de gestão sénior, sistemas de produção, gestão de recursos e processos de pré-planeamento, oferece um sistema robusto para manter a integridade do seu produto. Este regime é útil para o fabrico de todos os tipos de produtos alimentares, especialmente no que diz respeito à conformidade com os requisitos e especificações dos clientes.

  • Alimentos IFS
    • Aplica-se quando os produtos forem “processados” ou quando houver um perigo de contaminação do produto durante a embalagem primária
    • Importante para todos os fabricantes alimentares, especialmente os de marca branca
  • Mercados Globais IFS
    • Um programa criado para suportar “pequenos negócios e/ou menos desenvolvidos” no desenvolvimento dos seus sistemas de gestão de segurança alimentar e dar o primeiro passo na direção da implementação da Norma Alimentar IFS

PrimusGFS

PrimusGFS é um regime de auditoria reconhecido pela Iniciativa de Segurança Alimentar Global (GFSI) para a certificação de produtos do setor dos produtos, desde operações de crescimento a produtos minimamente processados (frescos). O regime é aprovado por mais de 7000 organizações e fornece uma abrangência total da cadeia de abastecimento de produtos.

  • A norma PrimusGFS está dividida em sete módulos, aplicáveis, dependendo da sua operação: Sistemas de Gestão de Segurança Alimentar (FSMS).
  • Quinta (GAP)
  • Agricultura interior (GAP)
  • Equipa de colheitas (GAP)
  • Instalações (GMP)
  • Análise de perigos e pontos críticos de controlo - APPCC (GMP)
  • Controlo preventivo (GMP)

GlobalG.A.P.

A norma GLOBALG.A.P. foi desenvolvida para garantir aos consumidores que a produção biológica de alimentos é efetuada através da minimização de impactos negativos nas operações de agricultura no ambiente, e garante uma abordagem responsável nos assuntos relacionados com a saúde e segurança dos empregados e saúde dos animais.

  • Global GAP Grasp
    • Complementa a GlobalG.A.P. com aspetos sociais, ajudando os produtores a estabelecerem um bom sistema de gestão social nas suas quintas.
  • Global GAP IFA Frutos e Vegetais
    • Abrange todas as fases de produção, desde atividades de colheita a manuseamento dos produtos pós-colheita, empacotamento e armazenamento.
  • Global GAP CFM (Fabrico de Alimentos Compostos)
    • Define os pontos de controlo e critérios de conformidade para a garantia da qualidade na produção, fornecimento e compra de matérias-primas e ingredientes para alimentos compostos.
  • Global GAP Aves
    • Abrange o fornecimento de gado, aves de reprodução, incubação, alimentação e água, aves de capoeira e de ar livre, equipamento mecânico, saúde das aves, higiene e controlo de pragas, manuseamento, monitorização de resíduos, procedimentos de emergência, inspeção, trabalhadores, abate sem crueldade de aves, envio e transporte.